MELHORES FILMES DE 2011

 

            Assisti pouco mais de 130 filmes em 2011, bem pouco se comparado a alguns cinéfilos por aí, mas além das porcarias que mencionei no post passando, também vi algumas coisas bem boas. Segue abaixo a lista dos 10 melhores.

 

10 – UM LUGAR QUALQUER

Gosto muito dos filmes da Sofia Coppola, pois percebo nela uma grande sensibilidade para tentar entender os sentimentos humanos, em especial a solidão. O olhar que sua câmera direciona aos personagens é sempre muito contido, delicado. Muita gente acha que em “Um lugar qualquer” nada acontece, mas basta prestar mais atenção para perceber o vazio e a angústia dominando todos os espaços.

Melhor cena: O carro dando voltas e voltas e voltas e não chegando a lugar nenhum, assim como a vida do protagonista.

 

9 – DEUSES E HOMENS

O longa sobre os monges que sofreram com a ira de fundamentalistas islâmicos na Argélia fala não só sobre a intolerância, mas também sobre a bondade, sobre a possibilidade de fazer o bem ao próximo de uma maneira que nem todos estão acostumados: respeitando-o. 

Melhor cena: O último jantar

 

8 – CISNE NEGRO

Pobre “Cisne Negro”, apanhou tanto da crítica na época do Oscar (algumas discussões foram de fazer inveja pras tias do ônibus) que fiquei até com pena. E provavelmente algumas pessoas até já torceram o nariz quando viram o filme nessa lista. Mas o lado bom de não ser crítico e nem jornalista nem nada é que eu posso dar a minha opinião de povão, sem embasamentos super técnicos e super inteligentes. O fato é que vi o filme e fiquei de boca aberta, pois adorei tudo, a fotografia, as músicas, o desempenho da linda da Natalie Portman. Enfim, achei o filme muito foda. 

Melhor Cena: As visões macabras da bailarina

 

7 – AMORES IMAGINÁRIOS

Saber que o filme foi dirigido por um piá de 21 anos me deixou abalado, pensei em suicídio e tal. Mas como suicidar-se só por inveja não é uma coisa muito nobre, tive que reconhecer que o talento do rapaz é realmente espantoso. Achei interessante não só a história do triângulo amoroso bastante problemático, mas também a maneira segura com que o jovem cineasta conduziu sua câmera. 

Melhor Cena: Marie e Francis caminham em slow-motion

 

6 – CÓPIA FIEL

Juliette Binoche (ai, ai...) caminhando pela Itália e falando sobre arte. Só essa informação já justificaria o filme nesta lista, mas ele é muito mais que isso. O cineasta iraniano Abbas Kiarostami criou uma obra-prima bastante complexa (após os créditos finais, meu cérebro quase entrou em pane de tantas interpretações que fiz e, devo dizer, provavelmente nem compreendi tudo) e de extrema beleza, que vão desde os belos diálogos, até os detalhes nos reflexos, as casais ao redor, as cópias...

Melhor cena: Após um comentário da dona de um café, já não sabemos o que é ficção e o que é realidade.

 

5 – BLUE VALENTINE

Esse filme provavelmente não estará em nenhuma lista de melhores do ano. Eu o coloquei aqui por uma questão sentimental. Explico: quando um filme consegue me emocionar de verdade, no sentido de não apelar para clichês e fazer com que eu pense muito sobre minha própria vida, normalmente é uma obra que eu não esqueço tão fácil. Blue Valentine não me deixou indiferente, fez com que eu reagisse de alguma forma, arrancou isso de mim apenas contando a história de um amor que não deu certo. Não esperava nada do filme e agora volta e meia me pego pensando naquela tristeza toda.

Melhor Cena: A noite no motel futurista.

 

4 - 50/50

Uma comédia sobre câncer e com o Seth Rogen no elenco. Tinha tudo para ser um filme de humor grosseiro (nada contra humor grosseiro ok, eu particularmente até gosto, mas nesse caso seria ridículo). Que nada. “50/50” é uma espécie de “dramédia” absolutamente sensível, na qual um tema muito pesado é tratado de maneira leve, delicada até. Se num momento você quase rola de rir (“O Patrick Schweizer morreu?) no outro é difícil disfarçar as lágrimas (“Você seria uma boa namorada”).

Melhor Cena: O livro cheio de anotações.

 

3 – A PELE QUE HABITO

Um grande filme, de um grande cineasta. Sempre esperamos isso deles, mas às vezes eles dão umas patinadas que nos decepcionam. Almodóvar volta a ocupar o seu lugar entre os grandes, após esse perturbador estudo sobre a alma humana e sobre os limites do gênero. O mundo do espanhol é bastante colorido, mas aqui ele se mostra sombrio e perverso. É um filme que te acompanha por muito tempo, pois são muitas as questões que impregnam na sua mente.

Melhor cena: Uma cirurgia muito importante.

 

2 – MEIA-NOITE EM PARIS

Woody Allen, assim como Almodóvar, faz o seu melhor trabalho em muito, muito tempo. E, quando um diretor genial acerta a mão, estamos diante de uma obra poderosa. Gosto muito de literatura e vê-la tão presente num filme do cineasta que mais admiro foi um dos melhores momentos desse ano. Com toda certeza saí do cinema com cara de bobo alegre e com vontade de morar na Paris dos anos 20.

Melhor Cena: Salvador Dali curte rinocerontes.

 

1 – DRIVE

Nada me surpreendeu mais esse ano do que o longa dirigido por Nicolas Winding Refn. Só os primeiros cinco minutos (uma cena fantástica de fuga) já fazem o filme valer a pena. O clima retrô e as explosões súbitas de violência fazem lembrar Tarantino e David Cronenberg, mas ele discute também a questão da solidão e da inadequação social. Tudo isso, mais o elenco impecável e a ótima trilha sonora fazem de Drive um filme bastante singular, para ver e rever e rever....

Melhor cena: Alguns chutes dentro de um elevador

 

 

Ficaram de fora, mas por muito pouco: O Palhaço, A Árvore da Vida, O vencedor, Passe Livre, Planeta dos Macacos - Origem , Amor a Toda Prova e Rabbit Hole.

 



Escrito por Eder - eder_ceima@yahoo.com.br às 15h19
[] [envie esta mensagem] []



OS PIORES FILMES DE 2011

 

Quando vejo um filme ruim a primeira coisa que passa pela minha cabeça é “Ok, acabo de jogar uma hora e meia da minha vida no lixo”, a segunda é “Quero arrancar meus olhos com uma colher!!”. Mas não adianta, já vi o filme, a lembrança ficará cravada no meu cérebro junto com os meus outros traumas. São momentos que eu poderia ter aproveitado melhor, dormindo, estudando quiromancia, palitando os dentes ou lendo a Caras, mas...

Segue abaixo o 10 piores momentos de 2011. Digam aí se eu esqueci de algum filme. (Obs: Assisti a esses filmes nesse ano, mas alguns deles já foram lançados há bastante tempo)

 

10 - SANTUÁRIO

            Várias pessoas presas num lugar, tentam escapar, mas vão morrendo um de cada vez. Acho que já vi essa história...

            Pior cena: Vou me sacrificar para salvar todo mundo ohhhh

 

9 - EM UM MUNDO MELHOR

            Filme que tenta equiparar o sofrimento de uma família riquinha da Dinamarca aos miseráveis da África. Faça-me o favor né?

            Pior cena: Se levar um tapa, ofereça a outra face. E não é que o cara ofereceu mesmo?

 

8 - SEMPRE AO SEU LADO

            Richard Gere + Cachorro = Zzzzzzz (povo do Facebook deve A-DO-RAR esse filme, pois não tem coisa mais fofa que cachorro fofo sofrendo e “passando uma lição de lealdade” né? né? né?)

            Pior cena: O cachorro esperando, esperando, esperando e a musiquinha triste avisando que é pra gente chorar...

 

7 - INSOLAÇÃO

            Filme no estilo: “Olha mãe, como eu sou inteligentão!”

            Pior cena: Escolha aleatoriamente qualquer diálogo e você terá a pior do filme.

 

6 - O ALBERGUE 2

Se o primeiro já era ruim, este aqui prova que é sempre possível piorar

            Pior cena: Partida de futebol com uma cabeça decepada.

 

5 - CENTOPÉIA HUMANA

            O cara costura a boca de uma pessoa no ânus de outra, sem mais.

            Pior cena: Como fazer para ir ao banheiro?

 

4 - HUSK

            Um espantalho assassino e costureiro(!) que mata jovens burros e sarados.

            Pior cena: As de corte e costura.

 

 

3 - COLHEITA MALDITA - GÊNESIS

            Não dá pra explicar em palavras o quanto esse negócio é ruim, só vendo mesmo. É um bom presente para dar no inimigo-secreto.

            Pior cena: O incrível policial que foi para o espaço

 

2 - RUBBER

            Um Pneu que (pausa dramática 1) mata as pessoas com (pausa dramática 2) o poder da mente?!. Sério.

            Pior cena: O pneu voyeur

 

             1 - BESOURO VERDE

            

            Não dá para acreditar que Michel Gondry fez uma cagada dessas.

            Pior cena: Todas, sem exceção.

 

           OBS: "Lanterna Verde" não está nessa lista, pois não tive coragem de assistir

            Em breve: “Os Melhores filmes que vi em 2011



Escrito por Eder - eder_ceima@yahoo.com.br às 15h37
[] [envie esta mensagem] []



[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]





Meu perfil
BRASIL, Sul, Homem, de 26 a 35 anos, Livros, Cinema e vídeo


Histórico
    Votação
    Dê uma nota para meu blog


    Outros sites
    Jornal Rascunho
    Revista Cult
    Revista EntreLivros
    Quadrinhos - Malvados
    Provocações - TV Cultura
    Roda Viva
    Cinema - Omelete
    Cinema em Cena
    Los Hermanos
    Livros para Dowload - Domínio Público
    Macuco Blog
    Blog da Jaciele